Oncologia

Como a vacina contra o coronavírus funciona



Um item que está presente na lista de desejos de final de ano de várias pessoas é uma vacina contra o coronavírus. Ao mesmo tempo, uma série de dúvidas sobre esses imunizantes têm surgido, principalmente quanto à segurança, eficácia e se pessoas do grupo de risco também poderão fazer uso. Como é o caso dos pacientes oncológicos.

2020 começou como um ano normal, mas em poucos meses mostrou que de comum, ele não teria nada. Máscara de proteção, álcool em gel e distanciamento físico passaram a fazer parte da rotina. 

Somente no Brasil, já são mais de 180 mil mortes devido à COVID-19 e mais de 6,9 milhões de casos confirmados. No mundo, esses números chegam a 1,6 milhões de mortes e mais de 72 milhões de casos.

Os pesquisadores trabalharam – e continuam trabalhando – arduamente para descobrir alguma forma de impedir que a doença se espalhe ainda mais. Como resultado, algumas vacinas foram criadas, estão sendo testadas e, em alguns países, já aplicadas na população.

“A vacina para coronavírus é muito desejada, inicialmente, por uma questão de  saúde pública, para conseguirmos controle de mortalidade e morbidade  relacionada à doença e para reduzirmos as taxas de transmissibilidade”, diz o Dr. Lucas Rocker Ramos, infectologista no Hospital São Camilo. 

Ele também ressalta que a questão socioeconômica tem uma grande influência nesse desejo. Isso porque, a vacina possibilitaria que o convívio social e a geração de renda retornassem próximo ao que eram antes da pandemia.

Como as vacinas funcionam?
vacina contra coronavírus, vacina do coronavirus, vacina para coronavirus, vacina contra o coronavirus, vacina contra o coronavírus, vacina do coronavírus, vacina para coronavírus, vacina de oxford, tipos de vacinas, tipos de vacina, virus atenuado, vacina contra coronavirus oxford, como funciona a vacina, como funcionam as vacinas, tipos de vacinas inativadas, como as vacinas agem no organismo, vírus atenuado, quais os tipos de vacinas, vacinas de virus vivo, virus vivo atenuado, composição das vacinas , adenovirus o que é, vacina de oxford funciona , como funciona uma vacina , mecanismo de ação das vacinas, quais as etapas desse tipo de atendimento sac, vacinas com virus atenuado, virus inativado, vacina atenuada e inativada, mecanismo de ação da vacina, virus adenovirus, vacinas com virus vivo, função da vacina, o que é virus atenuado, vacinas como funcionam, vacina covid, rna mensageiro, vacina pfizer, virus rna, entenda o coronavirus, coronavac, vacina coronavac, vacina coronavirus, coronavirus vacina, vacina coronavírus vacina para o coronavirus, vacina contra covid, corona virus vacina, vacina do covid, vacinas coronavírus, coronavírus vacinas, vacina contra o covid 19, vacinas contra, coronavirus, vacina contra corona virus, oms vacina, vacina contra corona, vacina para o coronavírus, vacinas contra coronavírus, vacina do corona virus, coronavirus vacinas, vacina de coronavirus, oms vacina coronavirus, vacina contra o corona virus, vacina para corona virus, previsão vacina covid, vacina covid brasil previsão, vacinas contra covid, o coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta no brasil, quando vai sair, a vacina do coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta, pessoas com câncer pode tomar vacina da gripe, quem tem câncer pode tomar vacina da febre amarela, paciente oncológico pode tomar a vacina da gripe, o que é paciente oncológico, paciente oncológico, imunossuprimidos, imunossuprimidos quem são, pessoas com câncer, quem faz quimioterapia, cancer hematologico, cuidados com pacientes em uso de quimioterapia, paciente imunossuprimido, paciente imunodeprimido, vacina câncer, vacina causa câncer, vacina geneticaDe um modo geral, as vacinas simulam uma doença e fazem com que o corpo crie imunidade contra aquele agente infeccioso. Assim, caso a pessoa seja exposta ao microrganismo real, o corpo já saberá como produzir os anticorpos para combatê-lo. Consequentemente, ou os sintomas serão mais amenos e a recuperação mais rápida, ou a pessoa não irá adoecer. 

O mecanismo de ação da vacina é a maneira pela qual o imunizante faz a simulação da doença. Há duas formas mais comuns: a primeira é por meio do vírus vivo atenuado. Ou seja, um vírus que tem uma capacidade menor de se replicar, então não consegue causar a doença. Já a segunda, é por meio do vírus inativado, dessa forma é feita uma alteração na sua composição e ele fica impossibilitado de se replicar.

De acordo com o Dr. Ramos, apesar da meta de um imunizante ser 100% de eficácia contra um vírus, ela ainda não foi alcançada por nenhuma vacina. “Todas têm como objetivo minimizar riscos”, ele diz.

O especialista salienta que o importante é oferecer uma cobertura vasta da vacina contra o coronavírus. Isso acontece porque, devido ao período de pandemia, essa é uma das principais formas de controlar a transmissão e reduzir a quantidade de casos graves que necessitam de internação.

Como a vacina contra o coronavírus funciona?
vacina contra coronavírus, vacina do coronavirus, vacina para coronavirus, vacina contra o coronavirus, vacina contra o coronavírus, vacina do coronavírus, vacina para coronavírus, vacina de oxford, tipos de vacinas, tipos de vacina, virus atenuado, vacina contra coronavirus oxford, como funciona a vacina, como funcionam as vacinas, tipos de vacinas inativadas, como as vacinas agem no organismo, vírus atenuado, quais os tipos de vacinas, vacinas de virus vivo, virus vivo atenuado, composição das vacinas , adenovirus o que é, vacina de oxford funciona , como funciona uma vacina , mecanismo de ação das vacinas, quais as etapas desse tipo de atendimento sac, vacinas com virus atenuado, virus inativado, vacina atenuada e inativada, mecanismo de ação da vacina, virus adenovirus, vacinas com virus vivo, função da vacina, o que é virus atenuado, vacinas como funcionam, vacina covid, rna mensageiro, vacina pfizer, virus rna, entenda o coronavirus, coronavac, vacina coronavac, vacina coronavirus, coronavirus vacina, vacina coronavírus vacina para o coronavirus, vacina contra covid, corona virus vacina, vacina do covid, vacinas coronavírus, coronavírus vacinas, vacina contra o covid 19, vacinas contra, coronavirus, vacina contra corona virus, oms vacina, vacina contra corona, vacina para o coronavírus, vacinas contra coronavírus, vacina do corona virus, coronavirus vacinas, vacina de coronavirus, oms vacina coronavirus, vacina contra o corona virus, vacina para corona virus, previsão vacina covid, vacina covid brasil previsão, vacinas contra covid, o coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta no brasil, quando vai sair, a vacina do coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta, pessoas com câncer pode tomar vacina da gripe, quem tem câncer pode tomar vacina da febre amarela, paciente oncológico pode tomar a vacina da gripe, o que é paciente oncológico, paciente oncológico, imunossuprimidos, imunossuprimidos quem são, pessoas com cancer, quem faz quimioterapia, cancer hematologico, cuidados com pacientes em uso de quimioterapia, paciente imunossuprimido, paciente imunodeprimido, vacina cancer, vacina causa cancer, vacina geneticaMais de 190 possíveis vacinas foram criadas ao longo dos últimos meses. Porém, dessas, apenas uma parte seguiu para o estudo clínico e uma parcela menor está na fase 3. Essa é a última etapa de pesquisa, quando é verificada a eficácia do imunizante. As três vacinas mais adiantadas e que também está com maior destaque no Brasil são as da farmacêutica Pfizer, Sinovac e Universidade de Oxford-AstraZeneca. Cada uma com o seu mecanismo de ação.

Algumas questões estão sendo levantadas em relação ao desenvolvimento da vacina contra o coronavírus. Uma das principais é se a rapidez com a qual ela foi aprovada pode colocar em risco sua segurança.

“Todos os estudos estão avaliando, principalmente, segurança e eficácia das  vacinas. Em dados preliminares e em etapas anteriores dos ensaios clínicos, as  vacinas, durante o período de acompanhamento, mostraram-se seguras. Porém,  todos os estudos estão em andamento e essa segurança continuará sendo  avaliada constantemente, mesmo após a aprovação emergencial para o uso”, o doutor explica.

Além disso, o infectologista afirma que antes de aprovar o uso de uma vacina, as agências de vigilância sanitária analisam, de forma rígida, uma série de critérios. Como os resultados preliminares e a aplicabilidade do imunizante.

Outro fator que facilita uma aprovação mais rápida é a evolução dos métodos de pesquisa e da ciência. Com eles, é possível ter resultados confiáveis mais precocemente. 

“Nunca se aprovou uma vacina tão rapidamente na história, porém esta é a  maior pandemia do século”, o Dr. Ramos reflete. 

Ele ainda completa que não existe o risco de desenvolver COVID-19 por meio da imunização com alguma dessas três vacinas.

CoronaVac
vacina contra coronavírus, vacina do coronavirus, vacina para coronavirus, vacina contra o coronavirus, vacina contra o coronavírus, vacina do coronavírus, vacina para coronavírus, vacina de oxford, tipos de vacinas, tipos de vacina, virus atenuado, vacina contra coronavirus oxford, como funciona a vacina, como funcionam as vacinas, tipos de vacinas inativadas, como as vacinas agem no organismo, vírus atenuado, quais os tipos de vacinas, vacinas de virus vivo, virus vivo atenuado, composição das vacinas , adenovirus o que é, vacina de oxford funciona , como funciona uma vacina , mecanismo de ação das vacinas, quais as etapas desse tipo de atendimento sac, vacinas com virus atenuado, virus inativado, vacina atenuada e inativada, mecanismo de ação da vacina, virus adenovirus, vacinas com virus vivo, função da vacina, o que é virus atenuado, vacinas como funcionam, vacina covid, rna mensageiro, vacina pfizer, virus rna, entenda o coronavirus, coronavac, vacina coronavac, vacina coronavirus, coronavirus vacina, vacina coronavírus vacina para o coronavirus, vacina contra covid, corona virus vacina, vacina do covid, vacinas coronavírus, coronavírus vacinas, vacina contra o covid 19, vacinas contra, coronavirus, vacina contra corona virus, oms vacina, vacina contra corona, vacina para o coronavírus, vacinas contra coronavírus, vacina do corona virus, coronavirus vacinas, vacina de coronavirus, oms vacina coronavirus, vacina contra o corona virus, vacina para corona virus, previsão vacina covid, vacina covid brasil previsão, vacinas contra covid, o coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta no brasil, quando vai sair, a vacina do coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta, pessoas com câncer pode tomar vacina da gripe, quem tem câncer pode tomar vacina da febre amarela, paciente oncológico pode tomar a vacina da gripe, o que é paciente oncológico, paciente oncológico, imunossuprimidos, imunossuprimidos quem são, pessoas com cancer, quem faz quimioterapia, cancer hematologico, cuidados com pacientes em uso de quimioterapia, paciente imunossuprimido, paciente imunodeprimido, vacina cancer, vacina causa cancer, vacina geneticaProduzida pelo laboratório Sinovac, a vacina CoronaVac utiliza o próprio vírus SARS-CoV-2 inativado para gerar a imunização.

“Esta é a  única metodologia, entre as três, já conhecida e empregada historicamente”, o Dr. Ramos conta.

Após ser isolado em laboratório, o vírus passa por um processo de multiplicação, seguido pela inativação. Ou seja, os cientistas aumentam a quantidade de vírus existente e, depois, realizam um procedimento químico, bloqueando sua proliferação. Com isso, o microrganismo perde a capacidade de causar infecção.

Uma outra substância, chamada de adjuvante, é adicionada à fórmula para criar a vacina. Quando aplicada na pessoa, o corpo inicia o processo de defesa, produzindo o anticorpo certo para o combate. Dessa forma, é criada uma espécie de “memória”, que preserva os anticorpos, facilitando o enfrentamento caso a pessoa entre em contato com o vírus real.

Ela deverá ser aplicada em duas doses, com um intervalo de 14 dias entre elas.

Inicialmente, a previsão era que os resultados dos testes da CoronaVac fossem enviados para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta terça-feira (15) para obter liberação para uso emergencial. Entretanto, o envio foi adiado para o dia 23 de dezembro. O objetivo dessa mudança seria solicitar o registro definitivo da vacina.

Vacina de Oxford 
vacina contra coronavírus, vacina do coronavirus, vacina para coronavirus, vacina contra o coronavirus, vacina contra o coronavírus, vacina do coronavírus, vacina para coronavírus, vacina de oxford, tipos de vacinas, tipos de vacina, virus atenuado, vacina contra coronavirus oxford, como funciona a vacina, como funcionam as vacinas, tipos de vacinas inativadas, como as vacinas agem no organismo, vírus atenuado, quais os tipos de vacinas, vacinas de virus vivo, virus vivo atenuado, composição das vacinas , adenovirus o que é, vacina de oxford funciona , como funciona uma vacina , mecanismo de ação das vacinas, quais as etapas desse tipo de atendimento sac, vacinas com virus atenuado, virus inativado, vacina atenuada e inativada, mecanismo de ação da vacina, virus adenovirus, vacinas com virus vivo, função da vacina, o que é virus atenuado, vacinas como funcionam, vacina covid, rna mensageiro, vacina pfizer, virus rna, entenda o coronavirus, coronavac, vacina coronavac, vacina coronavirus, coronavirus vacina, vacina coronavírus vacina para o coronavirus, vacina contra covid, corona virus vacina, vacina do covid, vacinas coronavírus, coronavírus vacinas, vacina contra o covid 19, vacinas contra, coronavirus, vacina contra corona virus, oms vacina, vacina contra corona, vacina para o coronavírus, vacinas contra coronavírus, vacina do corona virus, coronavirus vacinas, vacina de coronavirus, oms vacina coronavirus, vacina contra o corona virus, vacina para corona virus, previsão vacina covid, vacina covid brasil previsão, vacinas contra covid, o coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta no brasil, quando vai sair, a vacina do coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta, pessoas com câncer pode tomar vacina da gripe, quem tem câncer pode tomar vacina da febre amarela, paciente oncológico pode tomar a vacina da gripe, o que é paciente oncológico, paciente oncológico, imunossuprimidos, imunossuprimidos quem são, pessoas com câncer, quem faz quimioterapia, câncer hematologico, cuidados com pacientes em uso de quimioterapia, paciente imunossuprimido, paciente imunodeprimido, vacina câncer, vacina causa câncer, vacina geneticaO infectologista conta que o imunizante da Universidade de Oxford-AstraZeneca utiliza um adenovírus inativado. Normalmente, o adenovírus é responsável por causar resfriados comuns. Entretanto, nessa situação, ele passa pelo processo de inativação e, por meio da engenharia genética, recebe um fragmento do RNA do SARS-CoV-2. Esse fragmento tem a função de produzir a proteína Spike, as espículas (“coroas”) que o coronavírus possui. 

“Esta  proteína é imunogênica e induz a produção de anticorpos e imunidade celular”, ele fala.

Então, uma vez que a pessoa recebe essa vacina, o corpo passa a fabricar essas coroas e o sistema imunológico é estimulado a produzir anticorpos contra elas. 

Quando a defesa já foi produzida, ela também fica armazenada. Assim que acontecer a exposição à COVID-19, o sistema de defesa barra a entrada do vírus  nas células. 

Ela também seria administrada em duas doses, mas com um intervalo de um mês entre elas. 

Uma polêmica gira em torno dessa vacina, pois um erro no estudo obteve resultado superior em comparação com o  teste “correto”. O que aconteceu foi que um primeiro grupo, com 8.895 pessoas, recebeu as duas doses completas e a eficácia foi de 62%. Já o segundo grupo, com 7.741 voluntários, recebeu, na primeira vez, metade de uma dose completa e, na segunda, a dose completa. Nessa situação, a eficácia foi de 90%. 

Os resultados estão sendo reavaliados para entender se é uma questão de mecanismo biológico ou de estatística. Ou seja, se o efeito é realmente diferente ou se o contraste ocorre por haver três vezes menos pessoas que receberam uma dose e meia. 

Vacina Pfizer
vacina contra coronavírus, vacina do coronavirus, vacina para coronavirus, vacina contra o coronavirus, vacina contra o coronavírus, vacina do coronavírus, vacina para coronavírus, vacina de oxford, tipos de vacinas, tipos de vacina, virus atenuado, vacina contra coronavirus oxford, como funciona a vacina, como funcionam as vacinas, tipos de vacinas inativadas, como as vacinas agem no organismo, vírus atenuado, quais os tipos de vacinas, vacinas de virus vivo, virus vivo atenuado, composição das vacinas , adenovirus o que é, vacina de oxford funciona , como funciona uma vacina , mecanismo de ação das vacinas, quais as etapas desse tipo de atendimento sac, vacinas com virus atenuado, virus inativado, vacina atenuada e inativada, mecanismo de ação da vacina, virus adenovirus, vacinas com virus vivo, função da vacina, o que é virus atenuado, vacinas como funcionam, vacina covid, rna mensageiro, vacina pfizer, virus rna, entenda o coronavirus, coronavac, vacina coronavac, vacina coronavirus, coronavirus vacina, vacina coronavírus vacina para o coronavirus, vacina contra covid, corona virus vacina, vacina do covid, vacinas coronavírus, coronavírus vacinas, vacina contra o covid 19, vacinas contra, coronavirus, vacina contra corona virus, oms vacina, vacina contra corona, vacina para o coronavírus, vacinas contra coronavírus, vacina do corona virus, coronavirus vacinas, vacina de coronavirus, oms vacina coronavirus, vacina contra o corona virus, vacina para corona virus, previsão vacina covid, vacina covid brasil previsão, vacinas contra covid, o coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta no brasil, quando vai sair, a vacina do coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta, pessoas com câncer pode tomar vacina da gripe, quem tem câncer pode tomar vacina da febre amarela, paciente oncológico pode tomar a vacina da gripe, o que é paciente oncológico, paciente oncológico, imunossuprimidos, imunossuprimidos quem são, pessoas com câncer, quem faz quimioterapia, câncer hematologico, cuidados com pacientes em uso de quimioterapia, paciente imunossuprimido, paciente imunodeprimido, vacina câncer, vacina causa câncer, vacina geneticaO Dr. Ramos conta que fazendo uso do “mecanismo mais inovador entre as imunizantes, a vacina da Pfizer utiliza RNA mensageiro envolto em uma molécula lipídica. ”

Esse RNA mensageiro leva a informação, como se fosse uma receita, para que o corpo produza a proteína Spike. Conforme ela é fabricada, a produção de anticorpos para combatê-la é desencadeada, induzindo a resposta imunológica.

Assim como as outras duas, ela também precisa ser administrada em duas doses e o intervalo é de 21 dias.

Lugares como o Reino Unido e os EUA utilizaram esse imunizante para vacinar as primeiras pessoas contra a COVID-19.

Quem tem câncer pode tomar a vacina contra o coronavírus?
vacina contra coronavírus, vacina do coronavirus, vacina para coronavirus, vacina contra o coronavirus, vacina contra o coronavírus, vacina do coronavírus, vacina para coronavírus, vacina de oxford, tipos de vacinas, tipos de vacina, virus atenuado, vacina contra coronavirus oxford, como funciona a vacina, como funcionam as vacinas, tipos de vacinas inativadas, como as vacinas agem no organismo, vírus atenuado, quais os tipos de vacinas, vacinas de virus vivo, virus vivo atenuado, composição das vacinas , adenovirus o que é, vacina de oxford funciona , como funciona uma vacina , mecanismo de ação das vacinas, quais as etapas desse tipo de atendimento sac, vacinas com virus atenuado, virus inativado, vacina atenuada e inativada, mecanismo de ação da vacina, virus adenovirus, vacinas com virus vivo, função da vacina, o que é virus atenuado, vacinas como funcionam, vacina covid, rna mensageiro, vacina pfizer, virus rna, entenda o coronavirus, coronavac, vacina coronavac, vacina coronavirus, coronavirus vacina, vacina coronavírus vacina para o coronavirus, vacina contra covid, corona virus vacina, vacina do covid, vacinas coronavírus, coronavírus vacinas, vacina contra o covid 19, vacinas contra, coronavirus, vacina contra corona virus, oms vacina, vacina contra corona, vacina para o coronavírus, vacinas contra coronavírus, vacina do corona virus, coronavirus vacinas, vacina de coronavirus, oms vacina coronavirus, vacina contra o corona virus, vacina para corona virus, previsão vacina covid, vacina covid brasil previsão, vacinas contra covid, o coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta no brasil, quando vai sair, a vacina do coronavirus, quando a vacina contra o coronavirus vai estar pronta, pessoas com câncer pode tomar vacina da gripe, quem tem câncer pode tomar vacina da febre amarela, paciente oncológico pode tomar a vacina da gripe, o que é paciente oncológico, paciente oncológico, imunossuprimidos, imunossuprimidos quem são, pessoas com câncer, quem faz quimioterapia, câncer hematologico, cuidados com pacientes em uso de quimioterapia, paciente imunossuprimido, paciente imunodeprimido, vacina câncer, vacina causa câncer, vacina genetica“Esses pacientes precisam ser avaliados de forma individualizada  para saber o grau de imunossupressão e qual o diagnóstico e o tratamento oncológicos instituídos”, o médico orienta.

Para ter respostas mais concretas sobre a vacinação contra o coronavírus nos pacientes oncológicos, é preciso realizar mais estudos. Principalmente estudos voltados para essa população.

Segundo o infectologista, todos os estudos têm critérios de inclusão e exclusão para que o voluntário de  pesquisa possa participar do ensaio clínico. Geralmente, por questões de  segurança, os pacientes oncológicos são excluídos nas fases iniciais dos  estudos.

O motivo disso é que as pessoas com câncer, em grande parte, são imunossuprimidos e não é possível saber como o novo imunizante vai agir nesses casos. O ideal é que primeiro se tenha mais dados e com mais detalhes. 

Entretanto, de forma geral, a indicação é que pacientes oncológicos não façam uso de vacinas que sejam produzidas a partir de vírus vivo. Por exemplo, sarampo, febre amarela, caxumba e tuberculose. Como a imunidade dessas pessoas pode estar muito comprometida, é possível que o imunizante cause infecção. 

“É difícil prever quando os dados científicos nos mostrarão segurança para que  os pacientes oncológicos possam ser vacinados. Porém, ao termos uma cobertura vacinal adequada e,  consequentemente, uma diminuição expressiva da taxa de transmissibilidade,  estaremos protegendo indiretamente os pacientes oncológicos”, o Dr. Lucas Rocker Ramos finaliza alertando.


Facebook